?

Log in

No account? Create an account
scatterheart's Journal -- Day [entries|friends|calendar]
scatterheart

[ userinfo | livejournal userinfo ]
[ calendar | livejournal calendar ]

Black Morton [15 Aug 2003|06:55pm]
[ mood | aborrecida ]

"A investigação do desaparecimento dos viajantes do Black Range (o "Morton" fora adicionado oficialmente ao nome em 1902), levou à descoberta e subsequente procura dum Toad Morton ou, como a malta da imprensa lhe chamou, Black Morton. Um ignaro, preocupado e resoluto gigante, Toad tinha sido afastado do clã Morton pela sua própria família, depois de terem encontrado o porco da família morto na sua casota, coberto de moscas e marcas de dentes humanos - a sua perna traseira mordida até sair para fora. Tendo encontrado Toad coberto de merda de porco e a chupar um osso, tinham-no expulso do vale Morton para roer os ossos das pécoras de outros vales, a esse terrível Golias afastado pelo seu próprio sangue, sem amigo ou companheiro, excepto a liga de demónios que se esfregavam e mordiam no meio das chagas e fendas dos seus perversos, loucos e mui pouco santos miolos.
Escondido numa emboscada nessa difícil estrada de leste, Toad matava a seu bel-prazer cavaleiros solitários para exaurir o seu hábito infernal.
Encontrado numa pequena gruta de pedra aberta perto da estrada, despido excepto das suas grandes botas de tamanho invulgar e dum enxame de moscas, gordo com a humana carniça de jantares já muito devorados, Toad esquartejava o delicado estômago de uma quente criança, devorando ruidosamente a cara do seu infeliz pai sem cabeça, que se encontrava um bom pé afastado do chão, empalado pelo cu num poste bicudo.
Olhando para cima, para o grupo de buscas recortado à luz da boca da gruta, o grande solitário Toad disse, gesticulando para a carnagem: "Irmãos, ê fui encontrado! Vós Viestes para me levar para casa! Puxai dum banco!" Então, uma quente lágrima caiu-lhe sobre cada descomunal bochecha e ele sorriu calorosamente para eles, os seus dentes verdes cheios de perversas pontas aguçadas.
O grupo de buscas tinha vindo de Salém conduzido pelo xerife Cogburne. O Xerige Cogburne matou logo ali Toad Morton, que nem um cão.
Na estrada que corria a extremidade leste de Black Morton Range está uma placa de pedra, sobre a qual se escreveu em tinta branca:

ATENÇÃO! MARCO DO ASSASSINO MORTON
Ó peregrinos que conheceis o mundo,
Pousai a vossa carga.
Nunca feito algum de mais hórrido ser conheci
Do que este que vos espera abaixo na sangrenta via.
Orai! Cuidado com o Black Morton! O assassino Toad!
"

Nick Cave, in "E o Burro Viu o Anjo..."

2 comments|post comment

navigation
[ viewing | August 15th, 2003 ]
[ go | previous day|next day ]